Etiqueta: José Maria Pinheiro de Souza Neto

Uma chuva que partiu, José Maria Pinheiro de Souza Neto

Prosa poética de José Maria Pinheiro de Souza Neto Cansados, finalmente deitei sobre teu ventre. Bela e formosa vida frutífera. São os descuidos das beiras que sobram, é tanto amor que me indicas, eu inculto, eu num invólucro que toma minha cegueira. Assim caminhamos pelos desafios, eu destemido e tu minha amiga, que chama, sem ...