Etiqueta: Destaque

Editorial da Edição N.º 81

«E é tão fácil ceder e deixarmo-nos cair... para o lado da perspectiva unilateral que já vem pré-equipada, para nossa comodidade, com os argumentos a seu favor e com as respostas aos opositores, ou para o outro, para a doce abnegação do cinismo que varre todos os juízos e decreta que tudo vale o mesmo, isto é, nada.»

Lamúria sobre os seus sofrimentos, Gregório de Nazianzo

Tradução do grego por Duarte dos Anjos.

As presenças de José Régio

«"Falar de José Régio é falar de Presença": eis um dos muitos lugares-comuns aplicados à literatura portuguesa, criticados justamente por generalizarem e simplificarem demasiado a obra dos autores em questão. Contudo, neste caso específico o truísmo pode tornar-se interessante, se considerarmos as várias dimensões que o conceito de presença abrange na literatura regiana.» Texto de António M. Pereira.

O rio, José Maria Pinheiro de Souza Neto

«...A Verdade me disse que não poderia permanecer e saiu nadando, deixando-me só; mas, agora que sabia de sua existência, poderia procurá-la ao beber da água do rio no meu cantil. Finalmente conheceria o desconhecido, enfrentaria a floresta e voltaria para casa...»

Exposição “26 Anos d’Os Fazedores de Letras

Juntem-se a nós dia 29 de Abril às 18h30 no átrio principal da FLUL para a inauguração da exposição dos 26 anos do Jornal!

Piano Jazz nas Jornadas Culturais da AEFLUL

Entrevista realizada por Cristiano Jesus ao jovem músico Pedro Falacho no âmbito das Jornadas Culturais da AEFLUL.

Relembrar outras frentes de combate em 1914-1918: as madrinhas de guerra

Assinala-se hoje, a 9 de Abril de 2019, o 101º aniversário da Batalha de La Lys, na qual as tropas portuguesas enfrentaram a força alemã. Veja o que a nossa colaboradora Leonor Buescu tem a dizer sobre uma realidade histórica que permanece muito ausente da memória colectiva portuguesa: o papel das madrinhas de guerra.