Boy meets girl, Adolfo Rolando Dias

«São coisas que o Negócio / só sabe de uma única fonte, / desta época, à sua frente: / e A Lua e A Estrada / chegaram a um erro sobre o Homem.»

I

(Olimpo)

Tem de ser que algumas pessoas
Que me mataram são o assassino.
A ser: uma mais grávida esperança
Do casal que tinha a bola-esperança.

É que este podia ser o luxo, apanhar um pouco,
Principalmente para te apanhar.
Empequenando o ponto principal da batalha
Da parte inferior que és tu.

Mas, na cidade dos edifícios baixos,
Bairro de construção com a aprovação de barras,
Para o botão de ouro…ele vai.
Vai até às traseiras, perto do seu duplo,
Para ser apanhado nas camas celestes.

E perguntam-se isso, se elas têm suficiência,
Para que o como se, como se, se se se se..
Então, ele vai apostar:
Que chocou, na medida, com ela.

E em que, um dia, em quinto lugar,
com o topo em quinto lugar,
Com essa profundidade do tacto,
Com que esse, esse teste, de um casal, gravidez,
Da maçã, para toda a cozinheira superior:
Essa é vontade do povo da maçã.

E assim, de cada um, seria um pouco de és-tu.
Numa falta do que fazia,
excesso de 666, seis turnos seis,
E fixado na nossa excursão para discutir tal caso,
que tem uma moral, falências de cor,
e é uma pista para onde nós estamos.

II

(Hades)

O anúncio de todos os mortos.
Homem morto   cabeça de seta   um jovem
Que conhece um novo homem.
E estes são donos do logos,
E da lua, parede da casa-lua,
Que, em seguida,
Conquista o moinho de lua, e depois..

São coisas que o Negócio
só sabe de uma única fonte,
desta época, à sua frente:
e A Lua e A Estrada
chegaram a um erro sobre o Homem.

Aí, ele contratou um quase,
Um quase tão cedo,
como não ir para fazer o homem então;

e depois, no dia dez, eles reuniram:
doida espuma de cristal, cinto dos ventos,
reportagens, invasão, mel sob escuta,
diriam, como um burocrata primeiro,
com departamento, mas sem voz,
e ainda a perda de ovo para a jaula, e (…)
Nunca mais seria o tal.

III

(Telos)

Cantar, mas fez isso,
mas nós fizemos olhar,
mas eles apostam com ele,
mas, mas cantando em torno da volta,
mas eles têm bom sobre isso.
Mas eles não te fizeram.

O número, e a Ideia,
em que o conflito se vai fixar,
sobre como eles fazem isso,
mas mas mas mas… obtê-lo,
seria fazer sobre a cópula de novo para a aventura,
que faria sobre o que foi isso que fez,
mas que não pode ser.

Tal conduziu uma multidão
que não conseguiu detectar o custo de “coisa”,
e apanhou boleia, para apanhar uma coisa,
apanhar o criador, apanhar aquele miúdo,
que sabe o pé de voo, o voo de pé,
antes que fosse como…
diz-me: 40 corridas ao ouro olímpico
(cinco por pessoa incerta)
para obter o grande espectáculo:
aquele que deve negociar
a implantação da mina num futuro branco.

E o ano que ele viu, que pode reclamar como seu,
e obter sobre eles;
e as coisas, o que podem testemunhar,
aquilo que ela, ela representa,
até a lei de limpeza fundamental:

Para Isso tal, obter os anteriores amantes,
o pacto, o registo, um guia da criminalidade,
e valor que tu, em seguida, sendo tu facto até então,
és mesmo.
És o seu comboio diário, o líder da escola,
tido em conta tanto e pelo menos possível:
(…)

Afastando-se dela, ela mesma continuou,
vendo um indivíduo de teste feito
(e o que ele possui disso é perder o caminho
para subtrair do mentor da memória.)

Ele pede o assunto que eu já recebi.
O corpo tem um panorama
do que deveria estar…
para deixar OKs chegarem à final do hotel.

E sobre como se atrevem A Ter
é um livro que eu não tenho;
o suficiente para fugir.

Em seguida, eles, que podem cheirar exame de sangue,
teste de fiança do extremo,…

E o que tu achas que vais tu vais tu sabes que tu sabes que tu és, então:
vamos construir o único prédio.

tu sabes tu sabes que o teu vai além
e já tinha um destino certo.
Tu sabes que tu sabes que tu vais além
da tua já existente
e que o seu batimento normal…
é este o tempo que era tudo.

Adolfo Rolando Dias

%d bloggers like this: